Prévia do Gtranslator 2.0

Atualizei a tradução do Gtranslator 2.0, que deverá ser lançado em breve. Aproveitei para compilar o aplicativo a partir do código-fonte, e usei o Gtranslator para traduzir a si próprio. Dessa forma eu pude testar a tradução e ainda dar uma espiada nos novos recursos e nas melhorias do Gtranslator 2.0. Vamos começar com uma captura de tela (“screenshot”) básica:

Gtranslator 2.0

Como vocês podem ver, a barra de ferramentas está bem enxuta, e a interface foi completamente reorganizada. O Gtranslator ainda é um aplicativo que ocupa bastante espaço na tela, talvez por causa das colunas à esquerda na tabela de mensagens. A primeira coluna indica o status da mensagem (vazio significa traduzida), e a segunda é o índice. O campo de tradução normalmente é mais simples, mas resolvi escolher uma mensagem com plural para mostrar como fica. O mais interessante é que o comando para avançar de “Plural 1” (singular) para “Plural 2” é o mesmo normalmente usado para avançar de uma tradução para a seguinte; simples e funcional. Como vocês podem ver pela captura de tela, o Gtranslator 2.0 exibe e permite a digitação de aspas, tabulações e quebras de linha sem a necessidade de digitar seqüências de escape. Por fim, a representação de espaço em branco agora funciona corretamente; esse recurso foi reimplementado a partir de um plugin do Gedit. Os espaços em branco (inclusive tabulações e quebras de linha) podem ser representados por caracteres visíveis, evitando que você esqueça espaço em branco no fim da tradução. No Gtranslator 1.x, se você copiava um trecho de tradução, os caracteres representativos eram copiados junto; mas a partir do Gtranslator 2.0 os espaços em branco é que são incluídos no texto copiado.

Outro diferencial do Gtranslator 2.0 é o seu suporte a plug-ins, também baseado no recurso análogo do Gedit. O Gtranslator já vem com uma boa coleção de plug-ins; meu favorito até agora é o que agiliza a inserção de marcação XML. Quando a mensagem original tem tags (“marcas”) XML, basta pressionar Ctrl+Shift+i para inserir a primeira marca na tradução, depois pressionar novamente para inserir a segunda, e por aí em diante. Isso raramente economiza muitos pressionamentos de tecla, mas em compensação reduz drasticamente a chance de você cometer um erro de digitação. Outro plug-in importante é o de Subversion, que agiliza em muito o ciclo de trabalho dos tradutores com conta no SVN do GNOME (ou em outros projetos). Só não sei ainda como faço para adequar ao Gtranslator minha rotina de verificar traduções antes de enviá-las para o SVN.

O Gtranslator 2.0 tem suporte a memória de tradução, e com um plug-in é possível também acessar o Open-Tran.eu, embora eu ainda prefira a interface web (por causa da opção “comparar”, que organiza os resultados por projeto). Aliás, se você trabalha em mais de um projeto de tradução, ou se traduz para mais de um idioma, vai gostar de saber que o Gtranslator tem suporte a perfis. Só ficou faltando mesmo o gerenciador de projetos de tradução, mas isso está nos planos.

Em resumo, o Gtranslator 2.0 é uma ótima ferramenta de tradução, e imagino que ele se torne muito popular quando for lançado. Se você for tradutor, e tiver facilidade para instalar a partir do código-fonte, ajude a testar a versão em desenvolvimento para que o lançamento seja ainda mais maduro!

7 respostas em “Prévia do Gtranslator 2.0

    • Oi, xará!

      O Gtranslator 2.0 ainda não foi lançado, mas aposto que estará disponível em tempo para o Ubuntu 9.04. Então você poderá baixar o catálogo de mensagens do Rosetta, traduzir localmente, e depois enviar de volta para o Rosetta.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s