Prévia do Gtranslator 2.0

Atualizei a tradução do Gtranslator 2.0, que deverá ser lançado em breve. Aproveitei para compilar o aplicativo a partir do código-fonte, e usei o Gtranslator para traduzir a si próprio. Dessa forma eu pude testar a tradução e ainda dar uma espiada nos novos recursos e nas melhorias do Gtranslator 2.0. Vamos começar com uma captura de tela (“screenshot”) básica:

Continuar lendo

Gtranslator 2.0 preview

I just updated the translation of Gtranslator 2.0, which is about to be released. I also compiled the application from the source code, and used Gtranslator to translate itself. This way I was able to test the translation, and take a look at the new features and enhancements for version 2.0. Let’s start with a basic screenshot:

Continuar lendo

Sugestão de agenda para 2009

Em 2007 eu já tinha uma agenda, mas acabei trocando-a pela edição de bolso da Agenda Gramatical, do professor Paulo Flávio Ledur. Cada página vinha com alguma informação sobre nosso idioma, fosse uma dica para escrever corretamente, fosse a origem (etimologia) de alguma palavra. Um prato cheio para quem é curioso e gosta da língua portuguesa! De acordo com a editora, em 2009 estarão disponíveis dois modelos, a agenda de bolso e a tradicional. O endereço também lista outros livros de Paulo Flávio Ledur, inclusive (mais) um guia do Acordo Ortográfico, que entrará em vigor em 2009.

(Leitores mais críticos podem querer perguntar sobre 2008. Infelizmente não encontrei essa agenda à venda para 2008, e em 2009 pretendo usar apenas agenda eletrônica. Se eu fosse usar uma agenda em papel, a Agena Gramatical seria uma boa pedida.)

Translation web apps

I just read Djihed Afifi’s article on Damned Lies, Vertimus, Transifex, Pootle and other translation tools, as well as Dwayne Bailey’s comment and Friedel Wolff’s reply. What a coincidence! I just posted an overview of translation web apps (in Portuguese) 😀 But then, Djihed’s focus is different; he is more concerned on how much synergy/integration can we have between all this tools.

Side comment: I can’t help noticing we’ve being discussing a large part of our infrastructure. The version control system, the translation helper, the documentation status tracker (not to mention the documentation language), the web engine, the GNOME Art infrastructure, all of them are being improved, changed or otherwise reconsidered.

Student punished for distributing Linux

According to Ken Starks, from HeliOS Solutions, an upset teacher emailed him after confiscating the CDs from a student. Among other gems, she said no software was free, and that disadvantaged people would be better served with older versions of Windows than with GNU/Linux. When I read about this story, I followed the link and was delighted to read the reply. If you enjoy long posts, read this follow-up, when Ken Starks comments on the previous post and reports a phone conversation with the teacher.

Salve seus comprovantes de pagamento em formato PDF

Se você movimenta sua conta bancária ou faz compras pela internet, pode ficar na dúvida entre imprimir ou descartar o comprovante. Mas a terceira opção é a mais simples e efetiva: salvar em formato de arquivo. Em vez de imprimir normalmente, você pode usar software livre (e gratuito) para imprimir em formato PDF. Essa captura de tela (screenshot) por exemplo, foi feita ao imprimir o comprovante de um pagamento feito com o Epiphany, o navegador da Web padrão para o GNOME:

Continuar lendo

Mentiras cabeludas sobre a tradução do GNOME

O Damned Lies é uma ferramenta fantástica do Projeto de Tradução do GNOME. Exibe as estatísticas de tradução do GNOME, e possibilita aos tradutores baixar traduções sem precisar lidar com o repositório de Subversion. O nome inusitado é uma referência do autor original a um ditado em inglês: There are lies, damned lies, and statistics!. Em português: Existem as mentiras, as mentiras cabeludas, e as estatísticas! 😀

O Damned Lies foi escrito do zero para adequar-se às necessidades dos tradutores do GNOME. Nesse projeto os catálogos de mensagem (arquivos PO com a tradução) só são alterados no repositório quando um tradutor envia uma atualização. Quando o código-fonte tem um acréscimo, retirada ou alteração de mensagem a ser traduzida, o catálogo de mensagens não é alterado automaticamente no repositório, como acontece no KDE. Mas o Damned Lies verifica periodicamente se houve alguma alteração do código-fonte dos módulos do GNOME, e gera automaticamente um catálogo de mensagens atualizado para refletir o estado atual do código-fonte. Por exemplo, se uma nova string tiver sido marcada para tradução, o catálogo do repositório de Subversion vai permanecer como estava, mas o arquivo disponibilizado pelo Damned Lies vai ter uma mensagem sem tradução.

Continuar lendo