Não tenha medo de relatar erros ou solicitar melhorias

Gostaria de encorajar os usuários de software livre a, sempre que for o caso, entrar em contato com os desenvolvedores para solicitar melhorias ou indicar erros (“bugs”). Pode até ser que a resposta demore, mas não desaninem! Hoje vou contar duas experiências que tive, com um desfecho muito melhor do que imaginei a princípio.

Dois anos atrás solicitei que o padrão do Epiphany fosse abrir páginas em uma nova aba, e não numa nova janela. O relatório de erro foi considerado “inválido”, porque não era necessária qualquer alteração no programa em si, mas sim na forma como o programa era lançado. Para minha surpresa, meses mais tarde o GNOME adotou o comportamento que eu tinha pedido. A aplicação preferencial para páginas HTML passou a ser epiphany --newtab %s, e não apenas epiphany %s.

Algo semelhante aconteceu com o Gettext. Um ano atrás, eu queria poder usar um catálogo de mensagem (arquivo PO) para atualizar um outro, ou seja, usar dois nomes de arquivo PO como argumento da ferramenta msgmerge. Isso gerava um erro, pois a ferramenta esperava que o segundo argumento fosse o nome de um modelo de catálogo (arquivo POT), ou seja, que não contivesse tradução alguma. Arquivos PO podem conter mensagens obsoletas, mas arquivos POT não. Eu solicitei que a ferramenta pudesse aceitar um catálogo como segundo argumento, mas meu pedido foi recusado. Um desenvolvedor disse que meu problema podia ser facilmente contornado com um comando que criava um arquivo POT a partir de um PO: msgfilter --keep-header sed d file.pot. Novamente eu não concordava, mas tive que me conformar. Dois meses mais tarde, no entanto, o mantenedor do Gettext se manifestou. Bruno Haible implementou o recurso solicitado, e assim meu nome passou a constar no ChangeLog do Gettext🙂

O Gettext 0.17 só foi lançado há duas semanas, ou seja, o recurso solicitado demorou um ano para chegar às distribuições. Mas, pensando bem, nunca ouvi falar de software proprietário dar qualquer satisfação a quem peça uma melhoria ou relate um erro. Ponto para o software livre!

8 respostas em “Não tenha medo de relatar erros ou solicitar melhorias

  1. Muito giro, mas antes de poder sugerir essas modificações aí você primeiro teve de se sujeitar a perder milhares de horas da sua vida aprendendo o básico da língua dos Estados Unidos, o que a esmagadora maioria de usuários de computador não fez. Não conheço processo mais burocrático e não democrático que isso.

  2. É para isso que existem tradutores na comunidade, como o Leonardo propriamente.😉

    Apesar de que é capaz de você realizar um bug report na sua língua, e alguém traduzir depois, até mesmo algum dos desenvolvedores. Não só os usuários vem de vários países, os desenvolvedores também.

  3. Para: Autor
    Concordo com tudo que disse. Muito bom o artigo, parabéns. Talvez você não precisasse recorrer a tantos detalhes, mas de qualquer maneira ficou bem legal.

    Para: Rui Palma

    Ótimo, achou um problema. Mas pelo menos sugere uma solução.
    Todo mundo aprendendo mandarim? Esperanto?
    Todos movimentos de software livre tendo que juntar voluntários multilinguistas?

    Só reclamar não vale. Isso é fácil demais.

    E sinceramente, o inglês dos EUA é uma das línguas mais fáceis. Se você aprendeu português do Brasil, inglês é mole. Basta praticar, estudar. Inglês N.A. é a base atual do sistema internacional de qualquer coisa. Se vai programar, a base da linguagem é em inglês; se vai vender para o mundo, tem que ter manual em inglês. É uma convenção. Pode ser mudada? Pode. Mas às duras custas, pois o mundo está acostumado. Quer melhorar a democracia? Mostre uma boa solução para o mundo então. E aí? Prefere milhares de horas aprendendo inglês, ou trilhões de horas pensando em como mudar essa convenção “burocrática”?

    Boa sorte.

  4. Henrique: há anos vi uma comunidade considerar essa hipótese de traduzir os relatórios de erro, mas não foi em frente. Acho bom mesmo, porque nenhuma equipe de tradução tem pernas para isso.

    David: boa sorte!

    Gabriel: é porque você não me viu cortanto a explicação de para que eu queria o recurso😀

  5. Acho que isso é o mais legal no Software Livre. Quem conhece o Post do Linus no Usenet (também conhecido como certidão de nascimento do Linux) percebe que ele pediu que as pessoas sugerissem coisas para ele colocar no seu Kernel “recém nascido”. Quem conhece o “The Cathedral and The Bazaar” irá perceber o Raymond falando como isso é importante não só para o Software livre em geral, mas sim para o seu Fetchmail.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s