Processo de tradução do GNOME

Acho que essa é a descrição mais sucinta que já fiz do fluxo de trabalho da equipe de tradução do GNOME. Para mais informações, visite nossa página!

Resumindo, o GNOME tem um SVN em que cada módulo equivale aproximadamente a um programa (por exemplo, Evince). O módulo contém o código-fonte, a tradução, a documentação, a tradução da documentação e o que mais for referente àquele programa. Os catálogos de mensagem permanecem intocados se não os atualizarmos, mas o site de estatísticas de tradução do GNOME provê uma interface conveniente onde os tradutores “normais” podem baixar os catálogos já atualizados para corresponder às strings do código-fonte. A documentação (ainda) é em formato DocBook, mas o GNOME tem ferramentas capazes de gerar um POT a partir do XML, e durante a compilação criar um DocBook traduzido. Poucos e bons têm acesso ao SVN, mas a entrada nas equipes de tradução (pelo menos no pt_BR) é tão liberal ao ponto de nunca sabermos exatamente quantos somos. O tradutor avisa que vai traduzir o catálogo usando uma página no nosso wiki, e ao fim abre um relatório de erro no bugzilla do GNOME para que alguém com conta no SVN revise a tradução e a envie.

Leiam também a descrição de meu processo de revisão das traduções do GNOME.

3 respostas em “Processo de tradução do GNOME

  1. Pingback: Tradução: Rumo ao GNOME 2.22! | Leonardo Fontenelle

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s